Posts Tagged ‘planejamento urbano’

Prefeitura inicia desocupação do Banhado

07/11/2010

A prefeitura de São José dos Campos anunciou a remoção de 50 das 400 famílias da comunidade Jardim Nova Esperança.

O Banhado é a última e mais importante área urbana protegida da cidade e, ao contrário do que a prefeitura apregoa, a comunidade é a maior responsável pela conservação da área até hoje.

Filme denúncia

Há alguns meses, a Ação Eco Socialista  lançou oficialmente o filme “O Banhado e Sua Gente”, denunciando os verdadeiros motivos da desocupação.

Preparamos uma edição condensada no youtube, mas o dvd original de cerca de 16 minutos pode ser adquirido diretamente aqui por R$ 5,00 mais o custo de postagem.

É importantíssimo assistir e divulgar o filme:

Defensoria Pública

De acordo com o defensor público que está promovendo ações judiciais em defesa dos moradores, Dr. Jairo Salvador de Souza, que esteve no lançamento do nosso filme, a desocupação vai mexer profundamente com a vida das pessoas: A dotação de melhores condições de moradias dignas é louvável, mas eu discordo do método. O reassentamento vai mexer com a vida das pessoas que vivem da economia do centro e do plantio de hortaliças. A prefeitura não pode apenas transferir problemas de um lugar para o outro. Essa remoção deve ser discutida com a comunidade. As famílias não podem ser removidas como lixo.

Além de divulgar as denúncias, você pode ajudar as 400 famílias daquela comunidade escrevendo para a Prefeitura de São José dos Campos, pedidndo para desistirem da remoção dos moradores do Banhado.

Anúncios

“Planeja São José”

24/11/2009

Audiências públicas sobre a nova lei de zoneamento de São José dos Campos revelaram uma insatisfação generalizada da população com os rumos da cidade até aqui.

Como a gente duvida que todas as sugestões e propostas sejam divulgadas, criamos aqui um espaço paralelo, para que você publique as suas, junto com as nossas, que já estão na página fixa a partir de hoje.

Quando sair a nova lei, a gente compara e verifica se eles deram bola para os apelos populares.

Portanto…

Expansão Imobiliária em São José dos Campos

24/07/2009

Colaboração: Susana Beatriz Arruda*

O fenômeno não é exclusivo dessa cidade e, onde quer que ocorra, sempre deixa sem respostas satisfatórias as dúvidas sobre a qualidade de vida da população.

Horizonte em São José dos Campos

Horizonte em São José dos Campos

O que o crescimento desenfreado e a expansão imobiliária nos trarão no futuro?

Nós perguntamos… Se moramos entre duas serras, a Serra da Mantiqueira e a Serra do Mar… Se moramos em um vale (o do Paraíba)… Por que é que a prefeitura está permitindo a construção de tantos prédios?

Se, de acordo com estudos ambientais divulgados por professores do CEPHAS, não poderiam ter sido construídos nem mesmo os prédios da atual Avenida Andrômeda, como é que a zona oeste da cidade está se “desenvolvendo” tão rapidamente?

Qual o futuro de São josé dos Campos, sabendo que vivemos um momento de crise econômica, a qual se deu exatamente com a quebra do setor imobiliário dos EUA, que por sua vez desencadeou a falência de vários bancos no segundo semestre de 2008 e, por consequência, fez com que a busca da manutenção das taxas de lucros provocassem ainda uma maior exploração da classe trabalhadora?

Horizonte em São José dos Campos II

Horizonte em São José dos Campos II

Quais as consequências ambientais e sociais de um crescimento desenfreado e sem maiores estudos em uma cidade onde, a cada dia que passa, mais e mais trabalhadores perdem seus empregos?

É simples e previsível. Por exemplo, qualquer pessoa que vai até o Jardim das Colinas sente um fedor de esgoto exatamente como o do Rio Tietê, em São Paulo.

Entre outros efeitos, isso acontece porque a prefeitura não planejou quantos litros de água e quantos kw de energia a cidade passará a consumir.

Quanto de esgoto será produzido por dia?

E durante o período de chuvas no Vale, para onde será mandado todo o lixo?

Como não temer inundações e mais degradações em uma cidade que sofre com desemprego, falta de moradia e falta de estudos ambientais?

Como pode um trabalhador ser responsabilizado pela contaminação do lençol freático se a prefeitura não está utilizando o dinheiro dos impostos para as melhorias necessárias?

São José dos Campos - Condomínio Sunset Park - Jd. Aquárius - Reparem na distância entre as casas e a largura das ruas: Péssimo projeto urbanístico

São José dos Campos - Condomínio Sunset Park - Jd. Aquárius - Reparem na distância entre as casas e a largura das ruas: Péssimo projeto urbanístico

São José dos Campos - Ocupação do Pinheirinho - Reparem na distância entre as casas e a largura das ruas: Excelente projeto urbanístico

São José dos Campos - Ocupação do Pinheirinho - Reparem na distância entre as casas e a largura das ruas: Excelente projeto urbanístico

Como, diante de tantas falhas, a população sofrerá com o desequilíbrio ambiental instalado na região?

Qual é a alternativa para a cidade e para o Vale do Paraíba?

Como será atingido o corredor ecológico entre o Vale, o Banhado e o distrito de São Francisco Xavier?

Até onde isso vai dar?

Teremos que esperar para ver as consequências ou isso pode ser mudado agora?

________________________________________________________

*Susana Beatriz Arruda é moradora de São José dos Campos-SP, estudante, teleoperadora de call center e militante da Ação Eco Socialista.