Posts Tagged ‘italspeed’

População vence em Caçapava

07/08/2011

Câmara Municipal revoga a lei que permitia a instalação de indústria poluente na cidade

*Ana Cristina Silva

Todos os vereadores de Caçapava foram obrigados a recuar e revogaram, por unanimidade, a lei 5046/2011. A luta continua para que o prefeito Carlos Vilela (DEM) sancione a lei proibindo o funcionamento de fábricas de chumbo.

A mobilização dos trabalhadores, moradores, entidades sindicais, ambientalistas e partidos como o PSTU conseguiu esta vitória. Agora temos que transformar o dia 16 de agosto num grande ato para comemorar a revogação da lei e garantir que nenhum empresário e político consiga trazer o chumbo de volta à cidade.

A empresa Itaspeed queria começar a beneficiar chumbo e estava por trás da mudança da lei. Agora é necessário impedir a tentativa de manobra que a empresa pode fazer se tiver conseguido um alvará de funcionamento da prefeitura antes da revogação da lei.

Os vereradores de todos os partidos com representação na Câmara Municipal (DEM, PSC, PSB, PDT e PT) mudam as leis a pedido de empresários. Mas desta vez os empresários, financiadores das campanhas eleitorais dos políticos, foram derrotados. Os governos devem agora impedir o funcionamento de toda empresa que persiste em operar causando contaminação. Ao mesmo tempo devem municipalizar ou estatizar essas empresas, colocando-as para operar em condições não contaminantes.

A lembrança do desastre ambiental causado pela Faé ajudou a fortalecer a mobilização iniciada com o abaixo-assinado. O PSTU, juntamente com o Sindicato dos Metalúrgicos, promoveu panfletagens nas fábricas e bairros de Caçapava. No dia 29 de julho, realizamos uma reunião do Fórum CHUMBO NUNCA MAIS com mais de 100 moradores do bairro Nova Caçapava. No último dia 2 de agosto, estivemos na sessão da Câmara de Vereadores, exigindo a revogação da Lei do Chumbo.

Parabéns trabalhadores e população! A luta de Caçapava é um exemplo a ser seguido!

___________________________________________________________

Ana Cristina Silva é jornalista e moradora de Caçapava-SP.

Anúncios

Chumbo na população

09/07/2011

Vereadores de Caçapava – SP aprovam lei que libera empresas a utilizarem chumbo na cidade. Partido de oposição chama para a luta.

A Câmara Municipal de Caçapava aprovou um projeto de lei do vereador Paulo Eugênio (DEM) que libera a região do bairro da Germana para empresas que desejem trabalhar com chumbo. A votação em regime de urgência aconteceu num piscar de olhos no dia 21 de junho.

O chumbo é um metal tóxico que ataca a saúde e o meio ambiente. Pode afetar o cérebro, rins, sistema digestivo e reprodutor dos trabalhadores e da população vizinha. As crianças são muito vulneráveis à contaminação por chumbo. Os antigos moradores de Caçapava se lembram da contaminação gerada pela FAÉ. Até hoje o galpão da fábrica fechada tem resíduos de chumbo.

Fonte: atitudevipal.com.br

Os empresários da Italspeed (ex-Tonolli) são os grandes interessados no negócio do chumbo. Em 2001, tiveram a fábrica fechada em Jacareí, depois que o Ministério Público comprovou que a empresa era uma “indústria da morte”. Mas até hoje a escória produzida continua lá. A empresa não está cumprindo os compromissos de recuperação do solo e água subterrânea e é pressionada a cada dia pela Promotoria do Meio Ambiente e a CETESB. 

Não se pode permitir que o Ribeirão dos Mudos, as vacas leiteiras e a plantação de arroz sejam ameaçados.

A Italspeed diz que a empresa é importante para gerar empregos. Mas o que ela quer mesmo é lucrar às custas da degradação da saúde da população. Ela quer é dar continuidade para seu negócio. Ela quer fazer em Caçapava o que foi impedida em Jacareí.

Vereadores também querem ganhar

Os vereadores, afinados com a empresa, argumentam que hoje há 78 pessoas trabalhando nela e, com a introdução do chumbo, pode-se chegar a 100 novos empregos neste ano. Mas eles se esqueceram dos trabalhadores quando 140 foram demitidos no final de 2010.

A cerca de um ano das eleições municipais, os vereadores, procurados pelos empresários, atendem rapidamente a exigência de mudança na lei. As campanhas políticas em nosso país são financiadas por empresários e banqueiros. Tanto vereadores, senadores e deputados, assim como Dilma e Alckmin, atendem os pedidos de seus finaciadores de campanha. Em Caçapava, todos os partidos presentes na Câmara, desde o DEM até o PT, votaram a favor do chumbo e vão pedir o seu voto no ano que vem.

Ao invés de presentear as empresas com incentivos fiscais e leis benéficas em troca de financiamento de campanhas, os governos devem impedir o funcionamento de toda empresa que persiste em operar causando contaminação. Ao mesmo tempo devem municipalizar ou estatizar essas empresas, colocando-as para operar em condições não contaminantes.

Emprego SIM! Chumbo NÃO!

O PSTU iniciou uma campanha contra a chantagem que as empresas poluidoras fazem com os trabalhadores desempregados. Para os empresários, seus lucros estão acima da destruição da vida dos trabalhadores, do povo e do meio ambiente.

Por isso o Ministério Público e a CETESB devem garantir que os donos da ex-Tonolli recuperem toda a destruição que causaram em Jacareí e desautorizar as atividades com chumbo na Italspeed.

Ao mesmo tempo, o prefeito Carlos Vilela (DEM) não pode sancionar essa lei aprovada pelos vereadores. A população de Caçapava já anda bastante indignada com o aumento do preço das passagens de ônibus e o descaso com os servidores públicos. O prefeito não pode fazer vistas grossas como fez frente às demissões na Italspeed, CVL, Reflex e Graúna. É hora de ter uma posição firme e defesa da população.

Unir a população para lutar contra a contaminação: paticipe do abaixo assinado!

O PSTU chama todas as entidades para a luta para barrar o chumbo em Caçapava. A Associação de Moradores de Nova Caçapava e demais bairros que podem ser diretamente atingidos devem aderir a esta campanha e não deixar ser induzidos por aqueles que só pensam nos seus próprios interesses.

Para iniciar essa luta, estão passando um abaixo-assinado para que o prefeito barre essa lei que permite às empresas utilizar o chumbo. Entre nesta luta você também. Ajude a recolher assinaturas em seu bairro, fábrica, escola, igreja.

Ao mesmo tempo, estão organizando uma comissão junto com o Sindicato dos Metalúrgicos e todas as entidades para discutir com o prefeito a situação das empresas poluidoras e dos trabalhadores desempregados na cidade.

 A Ação Eco Socialista, obviamente, não só apoia como está nessa luta! Imprima o abaixo-assinado, colha o máximo de assinaturas que você conseguir e depois encaminhe ao Sindicato dos metalúrgicos de São José dos Campos e Região: Rua Maurício diamante, 65, CEP 12209-570 , São José dos Campos – SP.

Abaixo ass CAÇAPAVA